O USO DE MÁSCARA DE PROTEÇÃO É OBRIGATÓRIO EM FLORIANÓPOLIS

07/05/2020 18:28

 

 

Portaria determina uso de máscara em estabelecimentos públicos e privados. A medida será aplicada para todos os profissionais que atuam no atendimento ao público na cidade. A regra também valerá para a população. O governador Carlos Moisés anunciou nesta sexta-feira, 17, a determinação do uso de máscaras em estabelecimentos públicos e privados de Santa Catarina. A decisão consta em uma portaria publicada no Diário Oficial do Estado. O mesmo documento estabelece que, ao adentrarem tais espaços, todos os cidadãos também devem higienizar suas mãos com álcool em gel 70%. De acordo com a portaria, os estabelecimentos não poderão aceitar clientes sem máscaras e aconselhou ainda que todos os catarinenses já saiam de suas casas usando os equipamentos.

Segundo o governo do Estado todos devem perceber a importância de se proteger e proteger as outras pessoas, de acordo com um artigo científico publicado nos Estados Unidos sobre a eficiência do uso das máscara, o estudo aponta que, num período de 30 dias, um total de 100 pessoas que não usam máscaras podem infectar até 30 mil outros, nesse mesmo cenário, mas com o uso de máscaras, o número de infectados cai para 600.

Confecção das máscaras

De acordo com a Prefeitura de Florianópolis, as pessoas podem confeccionar suas próprias máscaras ou adquiri-las, eles também recomendam que ao adquirir máscaras, a população procure dar preferência para costureiras locais, girando a economia e ajudando famílias da sua região. A Prefeitura também disponibilizou um passo a passo para a confecção das máscaras que está disponível por meio do link: www.pmf.sc.gov.br/coronavirus.

Os tecidos recomendados para utilização como máscara são, em ordem decrescente de capacidade de filtragem de partículas virais: Tecido de saco de aspirador, pano de prato, Cotton (composto de poliéster 55% e algodão 45%), tecido de algodão (como camisetas 100% algodão), fronhas de tecido antimicrobiano, Fronhas comuns de linho, cachecol/lenço.

 

GUIA-CONVIVIO-RESPONSAVEL

Fonte:

http://www.pmf.sc.gov.br/entidades/saude/